Aprenda a Evitar Acidentes Cuidando da sua Moto

moto

Ao colocarmos a moto para fora de casa já estamos nos sujeitando as leis de transito, que servem para preservar o bom funcionamento do trânsito, sem acidentes ou infrações graves que podem nos prejudicar. O que muitos não entendem é que além da imprudência de milhares de motoristas, temos que nos prevenir e cuidar do nosso veículo, pois isso também pode causar grandes problemas no dia a dia e possíveis acidentes!

Para nos conscientizar a cuidar melhor do que é nosso, e não, não estamos falando do veículo, e sim do valor que a vida tem, que muitas vezes está sob perigo. Afinal, todo cuidado é pouco, por isso confira algumas dicas e cuidados que vocês podem começar a ter para evitar problemas futuros:

A manutenção:

Com o tempo a corrente acaba perdendo a lubrificação, em dias de chuva o risco de aumentar o desgaste da corrente, e diminuir a lubrificação é maior ainda, por isso deve ser observada sempre e lubrificada com frequência para ter uma maior duração. Completar o nível de água na bateria também é um procedimento muito importante para o bom funcionamento da sua moto, é correto desligar a bateria e retira-la da moto e completar o nível adequado de água destilada, que é vendida em postos de gasolina.

Além disso, caso o freio da sua moto funcione em um sistema a disco, as pastilhas devem ser observadas para verificação, caso elas estejam chegando ao fim ela deve ser substituída, caso você deixe ela acabar danos ocorreram no disco, o que encarecerá o concerto.

Pneus

Outro recurso da moto que devemos estar sempre atentos é a saúde dos pneus, pois os veículos ciclomotores ou de duas rodas dependem crucialmente deles para manter o equilíbrio, isso da uma importância super relevante aos pneus, e apesar de não haver desgastes, os pneus podem apresentar danos ou anomalias com o tempo, como: bolhas, deformações ou estar murcho.

Calibrar os pneus, ou verificar toda semana como está o enchimento do mesmo são  tarefas recomendadas a pelas fábricas, por isso é fundamental para o bom funcionamento da moto. Caso não consiga ficar de olho semanalmente (o que acho difícil, pois passamos por postos de gasolina pelo menos umas 3 vezes na semana), treine o olhar para ver se o pneu esta murchando, mas não deixe passar. Já  se os pneus estão cheios de mais podem causar sérios problemas na hora de dirigir, deixando o guidão mais pesado, respostas estranhas a comandos de direção e deixando-o mais vulnerável a furos e rasgos.

Freios

Existem dois tipos de freios no mercado das motocicletas: a tambor e o modelo a disco. O modelo a tambor possui manutenção mais “barata” e mais simples, ao contrário do modelo a disco, que por ser hidraúlico, e se auto ajustando, precisa de muita cautela para manter o nível de fluído no reservatório geralmente no guidão.

O modelo a tambor acaba sofrendo mais com o desgaste do cotidiano, como chuvas e tempestades, porém caso esteja bem ajustado tem um ótimo funcionamento, mas como ele não se auto ajustam como os a disco, por isso o cuidado deve ser maior, você deverá prestar mais atenção nas condições dele, e mante-lo sempre nos conformes

Barulho estranhos

O coração da moto também precisara de cuidados para evitar acidentes e problemas nas ruas. O motor da moto é algo que indica como as coisas estão indo, bem ou mal, basta ouvir o que ele te fala. Perda de potência, barulhos, ou ruídos incomuns mostram que há algo fora do comum, e que muitas vezes pode fugir do controle, um sinal evidente de que as coisas não estão funcionando corretamente e precisam ser verificadas.

Obviamente motores fazem um barulho natural, o importante é estar atento a barulhos que variam, aumento ou contínuos.